Pesquisar no Diário...

A carregar...
« »

28 Agosto 2014

TAGGED UNDER: ,

B.E. Pede Esclarecimentos na Nomeação do CADIS do Norte

Chegou até ao Grupo Parlamentar do Bloco de Esquerda denúncia de irregularidades relativas à nomeação efetuada para o Comando Operacional de Agrupamento Distrital do Norte.

Com efeito, a mesma reporta-se ao incumprimento dos requisitos obrigatórios de recrutamento e de recrutamento excecional da Lei Orgânica da Autoridade Nacional de Proteção Civil (Decreto-Lei n.º 73/2013, de 31 de maio). Por este motivo, invoca-se que a nomeação em causa (Despacho n.º 8627/2013, publicado em 3 de julho de 2013, na 2.ª série do Diário da República) não atenta nem aos critérios exigíveis de habilitações académicas (licenciatura), nem aos de experiência em funções reconhecidas como adequadas ao exercício do cargo.

Tendo em conta as recentes alterações produzidas pelo Decreto-Lei n.º 73/2013, de 31 de maio, nomeadamente as funções imputadas aos CADIS (comandantes operacionais de agrupamento distrital), que os dotam de acrescida responsabilidade, e reconhecendo que não seria a primeira vez que uma nomeação incumpre face aos normativos legais, o Bloco de Esquerda considera pertinente o esclarecimento desta situação.

Atendendo ao exposto, e ao abrigo das disposições constitucionais e regimentais aplicáveis, o Grupo Parlamentar do Bloco de Esquerda vem por este meio dirigir ao Governo, através do Ministério da Administração Interna, as seguintes perguntas:
1. O Senhor Ministro da Administração Interna tem conhecimento das irregularidades apontadas?

2. A verificar-se o seu fundamento, como pretende agir?
 
 

TAGGED UNDER:

Infelizmente para os Bombeiros Portugueses: "PJ deteve bombeiro suspeito de atear fogo"

A Polícia Judiciária (PJ) anunciou hoje a detenção de um bombeiro voluntário de 34 anos suspeito de ter ateado um incêndio na localidade de Capeludos, concelho de Vila Pouca de Aguiar.

A detenção foi efetuada pela Unidade Local de Investigação Criminal da PJ de Vila Real que, este ano, já deteve 10 suspeitos do crime de incêndio florestal na sua área de intervenção.

Em comunicado a Judiciária referiu que o detido de Vila Pouca de Aguiar, um construtor civil e bombeiro voluntário, está "fortemente indiciado pela prática do crime de incêndio florestal".

De acordo com a força policial, o fogo, que ocorreu às 22:49 do dia 17 de agosto, consumiu uma pequena área de mato e pinheiro bravo.

No entanto, segundo a PJ, as chamas não se propagaram "a uma grande mancha florestal adjacente dada a pronta intervenção da população e dos bombeiros que o extinguiram".

O suspeito vai ser presente a interrogatório judicial para aplicação de eventuais medidas de coação.


Lusa

TAGGED UNDER:

Bombeiros de Lordelo destroem ninhos de vespa asiática a 10 minutos do Porto

Paredes, 28 ago (Lusa) - Os bombeiros de Lordelo, Paredes, localidade a cerca de 10 minutos do Porto, destruíram nas últimas semanas sete ninhos de vespa asiática, um dos quais com um metro de comprimento, disse hoje à Lusa o comandante.

Segundo Pedro Alves, o caso mais complicado aconteceu na localidade de Parteira, a cerca de seis quilómetros do centro de Lordelo.

Os bombeiros foram alertados para a existência de vespas asiáticas e, à chegada, depararam-se com um ninho com mais de um metro de comprimento e 80 centímetros de largura.

"Nesse caso, tivemos de pedir permissão ao proprietário do terreno para derrubar a árvore", contou Pedro Alves.

Contudo, acrescentou, nessa operação "o ninho partiu-se a meio e algumas vespas fugiriam e começaram a fazer ninhos em habitações das redondezas".

No mesmo dia, a corporação destruiu mais três ninhos.

"Conforme somos alertados, procedemos à destruição dos ninhos, mas algumas vespas conseguem fugir e começam a fazer ninho noutros locais", alertou.

De acordo com Pedro Alves, a "situação não está sanada".

"Há vespas que fogem dos ninhos destruídos e já temos relatos de novos ninhos a aparecer", insistiu.

Na região do Tâmega e Sousa, outros concelhos têm sido afetados pela vespa asiática.

Em Amarante e Celorico de Basto, vários ninhos já foram destruídos pela proteção civil.

No concelho do Marco de Canaveses, os bombeiros relataram à Lusa uma situação, na freguesia de Constance.

Também em Paredes, os Bombeiros de Baltar já foram também acionados para destruir um ninho de vespas asiáticas.

Na quarta-feira, em Penafiel, o secretário de Estado do Ordenamento do Território e da Conservação da Natureza avançou à Lusa que, em setembro, serão anunciadas ações concretas para monitorizar e controlar a vespa asiática em Portugal.

"Esperamos apresentar as atividades que vão ter lugar no território", explicou Miguel de Castro Neto, acrescentando que o Governo "está a acompanhar a situação", num trabalho que envolve várias secretarias de Estado.

O secretário de secretário de Estado admitiu a necessidade de "dar informação, segurança e proteger pessoas e bens".

Defender a atividade económica associada, que é a apicultura", é outro objetivo do plano, assinalou.

APM // JGJ

Lusa/fim

Oliveira do Hospital: Bombeiros tomaram Banho Público

Banhos públicos chegam aos bombeiros da região

A moda dos banhos públicos, que surgiu ligada à luta contra a Esclerose Lateral Amiotrófica está a estender-se a outro tipo de iniciativas solidárias e nos próximos dias há dois eventos na região que se propõe ajudar os bombeiros do distrito.

O primeiro desses eventos realiza-se já esta sexta-feira, 29 de agosto, pelas 18h30, junto ao quartel dos Bombeiros Voluntários de Fátima. Trata-se de um mega banho público por uma causa, neste caso ajudar a Associação Humanitária dos Bombeiros Voluntários de Fátima.

O evento tem sido divulgado nas redes sociais e pretende angariar o maior número de pessoas possível.

Saiba mais AQUI.

Iniciativa semelhante acontecerá no dia 7 de setembro, domingo, às 16h00, no cruzamento da Flôr do Mato, no Graínho, concelho de Santarém. Neste caso, o banho coletivo “obriga” a um donativo de 3 euros por pessoa que reverterá integralmente para os Bombeiros Voluntários de Santarém.
 
 
Fonte: Rede Regional

TAGGED UNDER:

Viseu Dão Lafões afasta responsabilidade na qualidade de equipamento para Bombeiros

Tondela, 28 ago (Lusa) - O presidente da Comunidade Intermunicipal (CIM) Viseu Dão Lafões, José Morgado, rejeitou hoje qualquer tipo de responsabilidades no que toca à qualidade dos equipamentos de proteção individual para bombeiros entregues às corporações do seu território.

"Não aceitamos que seja imputada à CIM Viseu Dão Lafões qualquer responsabilidade na qualidade e características dos equipamentos de proteção individual adquiridos e fornecidos às corporações dos bombeiros da região Viseu Dão Lafões", alegou.

Durante uma conferência de imprensa, que decorreu ao final da manhã de hoje, em Tondela, José Morgado explicou que não foi a CIM Viseu Dão Lafões que estabeleceu ou definiu quais as características dos equipamentos de proteção individual a adquirir, nem os normativos que deveriam cumprir.

"A CIM Viseu Dão Lafões verificou, em sede de procedimento concursal, toda a conformidade das normas de certificação e homologação exigidas em sede de caderno de encargos, clausulado técnico definido pela Autoridade Nacional de Proteção Civil", esclareceu.

A CIM Viseu Dão Lafões lançou em maio de 2013 um concurso público internacional para a aquisição de equipamentos de proteção individual, sendo assinado contrato com a empresa fornecedora em abril deste ano.

Os equipamentos de proteção individual foram entregues às 21 corporações dos concelhos que integram o território da CIM Viseu Dão Lafões nos dias 17 de julho e 05 de agosto.

Ao todo, foram disponibilizados 338 pares de botas, 519 cógulas, 572 pares de luvas, 370 capacetes, 793 pares de calças e 793 dólmens, faltando ainda entregar na segunda semana de setembro 220 pares de botas.

A 11 de agosto, a CIM Viseu Dão Lafões foi confrontada com uma reclamação dos Bombeiros Voluntários de Farejinhas, que se queixaram de ter ficado com dois dólmens danificados, após aparecimento de marcas por queimadura.

Após a reclamação, a CIM Viseu Dão Lafões "reuniu com a empresa fornecedora" e está a "desencadear todos os procedimentos junto do CITEVE - Centro Tecnológico das Indústrias Têxtil e do Vestuário de Portugal, tendo em vista a confirmação dos requisitos técnicos dos fardamentos adquiridos e a sua conformidade com o que foi definido em sede de caderno de encargos".

"A empresa transmitiu que os equipamentos fornecidos cumprem todos os normativos exigidos e, de toda a informação que temos, não há qualquer falha nos equipamentos. Com as fagulhas incandescentes da primeira linha de fogo, os equipamentos fizeram a sua função que é proteger os bombeiros de queimaduras", sublinhou José Morgado.

De acordo com o também autarca de Vila Nova de Paiva, os dólmens danificados apresentavam "perfurações de um milímetro", sendo substituídos por estarem em prazo de garantia.

CMM // SSS

Lusa/Fim

TAGGED UNDER: ,

B. V. Cantanhede: Nascimento "Inesperado"

No passado dia 5 de agosto, foi dado o alerta às 10:58h, através do CODU (Centro Orientação Doentes Urgentes) aos Bombeiros Voluntários de Cantanhede (BVC), local onde foi efetuado o pedido de assistência a um parto.

Chegados ao local, o TAS (Tripulante de Ambulância de Socorro), Luís Filipe Silva e a motorista da viatura INEM, Leonor Torres, depararam-se com uma criança já nascida, do sexo masculino, com apenas 24 semanas de gestação, um bebé bastante prematuro, dado que o tempo gestacional normal deverá ser entre as 38 e 42 semanas. A criança teria cerca de 30cm de comprimento e pesaria por volta das 700g.

Os Bombeiros de Cantanhede, apesar da surpresa, começaram a efetuar os devidos procedimentos, tais como o corte do cordão umbilical, a estimulação do pequeno feto, que se encontrava pouco reativo, aspiração de secreções, administração de oxigénio e aquecimento corporal, sendo essencial manter a temperatura do mesmo.

Uma vez que a criança era prematura, exigindo cuidados especiais, foi solicitado o apoio da VMER (Viatura Médica de Emergência e Reanimação), que rapidamente se dirigiu ao local, verificando todos os procedimentos já efetuados pela equipa de INEM de Cantanhede. Posteriormente avaliaram parâmetros vitais. Por indicação do CODU acompanharam o transporte para o Hospital Pediátrico de Coimbra, onde já se encontrava uma equipa médica especializada para receber o pequeno bebé.

Até à data, a pequena criança encontra-se bem de saúde, na companhia da mãe, tendo sido transferida da pediatria para a maternidade.

A corporação dos Bombeiros de Cantanhede aguarda ansiosamente pela vinda do menino à Associação!
 
 
Fonte: Independente de Cantanhede

Pampilhosa da Serra: Bombeiros Organizam Banho Solidário

Um banho solidário da corporação de bombeiros em conjunto com a população com o objectivo de angariar fundos de apoio para os soldados da paz é o desafio lançado pelos Bombeiros de Algueirão-Mem Martins. Pampilhosa da Serra já aceitou e organiza no próximo sábado o chamado "Banho Solidário".

O desafio dos Banhos Públicos chegou à corporação de Bombeiros de Pampilhosa da Serra.

"O Banho Solidário" surge do desafio feito pelos Bombeiros de Algueirão-Mem Martins, que nomearam a corporação pampilhosense a realizar um banho colectivo em conjunto com a população em geral.

 A iniciativa tem como principal objectivo angariar fundos para equipamentos de protecção para a corporação, assim como alertar para as necessidades sentidas por todas corporações do país.

O banho solidário dos Bombeiros Voluntários de Pampilhosa da Serra é aberto a toda a população e realiza-se no dia 30 de Agosto pelas 15h junto ao quartel dos bombeiros.


Fonte: Paula Brito/ Rádio Cova da Beira

Bombeiros alemães apoiam corporações de Vila Real (C/Video)



Quinze bombeiros alemães estão em Vila Real, para dar apoio às corporações da cidade. Vieram para ajudar no combate aos incêndios, mas como a situação está calma, aproveitam para trocar experiências.

TAGGED UNDER:

COMUNICADO - Concursos a lançar pelas Comunidades Inter-Municipais (CIM)

Um ano e meio depois do anúncio dos Concursos a lançar pelas Comunidades Inter-Municipais (CIM), para a aquisição de Equipamentos de Protecção Individual (EPI), para combate a incêndios em espaços naturais, com todos os atrasos e troca de acusações que são do conhecimento de todos, a Associação Portuguesa dos Bombeiros Voluntários (APBV) esperava que o Concurso Público Internacional N.º 1/ANPC/2014, viesse alterar procedimentos menos aceitáveis, e que através da centralização do processo concursal e de aquisição, os Bombeiros Portugueses pudessem passar a dispor de um EPI devidamente certificado garantindo assim a qualidade e uniformidade do mesmo. 
Ora, segundo o Relatório Preliminar a que tivemos acesso, verificámos que a ANPC, entidade responsável pelo Concurso (no valor de 5,7 milhões de euros), se propõe adjudicar itens do EPI de diferentes valores, tipo e qualidade, promovendo a diferença no equipamento e no bombeiro que o vai utilizar.
Dando um exemplo, não compreendemos que se discriminem os bombeiros ao adjudicarem botas a um custo de 98 euros o par para metade dos 18 lotes e para a outra metade se entreguem botas com um custo de 136 euros, sabendo que associado á diferença no custo, está logicamente a qualidade e a protecção. 
Não aceitamos que se continuem a tratar os bombeiros de forma diferenciada tendo por razão aos caprichos e/ou interesses de quem decide.

Por último, não deixamos de lamentar que algumas “empresas” ligadas ao comércio de materiais para bombeiros, apresentem valores neste concurso, que correspondem em alguns casos, a um terço do valor que praticam para os Corpos de Bombeiros ao longo do ano, o que lamentamos mas vem comprovar o quanto era importante uma Central de Compras neste sector.

27 Agosto 2014

TAGGED UNDER:

Acidente com ambulância portuguesa faz um morto perto da fronteira

Uma colisão entre uma ambulância dos bombeiros de Miranda do Douro e um veículo de matrícula espanhola provocou, esta quarta-feira, um morto junto à localidade de Travassos, em Espanha.

A vítima mortal é um cidadão de nacionalidade espanhola na casa dos 50 anos.

"A nossa ambulância [bombeiros de Miranda do Douro] procedia a uma ultrapassagem e quando se encontrava em paralelo com o veículo de matrícula espanhola, este virou à esquerda provocando o embate", explicou o comandante dos bombeiros de Miranda do Douro, Luís Martins que se encontra no local.

Segundo o responsável com a violência do embate a ambulância ficou destruída pelo que se coloca agora a hipótese de perda total do veículo.

O acidente ocorreu junto a Travassos (Espanha) na estrada que liga a localidade espanhola de Alcanices e a fronteira portuguesa de Quintanilha.

As equipas de socorro ainda se encontram no local.

A Guarda Civil espanhola tomou conta da ocorrência.

Fonte: JN

Proudly Powered by António Cunha Santos