Pesquisar no Diário...

A carregar...
« »

Passaporte de um BOMBEIRO

Passaporte de um BOMBEIRO
Um espaço onde damos a conhecer bombeiros emigrados em todo o mundo!

19 janeiro 2015

TAGGED UNDER:

Ministério da Saúde quer apurar responsabilidades nas mortes nas urgências

O Ministério da Saúde revelou hoje que estão a ser avaliadas as mortes que ocorreram em urgências hospitalares, para perceber se estão relacionadas com o tempo de atendimento, e garantiu que, se for o caso, serão apuradas as responsabilidades.
A informação foi dada aos jornalistas pelo secretário de Estado Adjunto do Ministro da Saúde, Fernando Leal da Costa, à margem da apresentação do relatório sobre a evolução das taxas de cesariana em Portugal.
"Estamos a avaliar em relação a este número de mortos, as circunstâncias em que ocorreram", para perceber se foram "mortes indevidas relativamente ao contexto de saúde e ao local onde se encontravam, disse, lembrando que "não há sistemas perfeitos" e que, por isso, importa "perceber de forma clara se estão relacionadas com falhas do sistema".
Fernando Leal da Costa indicou que, após essa "análise aturada" para verificar se em termos estatísticos o que está a ocorrer em termos de mortes é acima do esperado e o que correu mal, as responsabilidades serão apuradas.
O responsável sublinhou, contudo, que afirmar à partida que a existência de mais casos tem a ver com o tempo de atendimento é prematuro.
Segundo o governante, os "indicadores mostram que o tempo médio este ano até é mais baixo do que em anos anteriores" e "a mortalidade é inferior a 2011 e muitíssimo inferior a 1999, ano de mortalidade excessiva".
Leal da Costa lembrou ainda que todos os anos ocorrem mortes em serviços de urgência, o segundo serviço com maior número de mortes nos hospitais, a seguir às unidades de cuidados intensivos.
O secretário de Estado considera que os serviços "estão a funcionar bem e a dar resposta ao excesso de procura que se relaciona com a diminuição súbita da temperatura" e lembra que este inverno é o mais frio dos últimos 90 anos, a que acresce a circulação do vírus da gripe.
Neste inverno já morreram sete pessoas em urgências hospitalares.
DNotícias.pt

18 janeiro 2015

Rutura em coletor obriga a corte de estrada em Vila Real de Santo António

A forte chuva que hoje de madrugada se abateu sobre Vila Real de Santo António (VRSA) causou o rebentamento de um coletor de esgotos, obrigando ao corte de trânsito num troço da Estrada Nacional (EN) 122.

Segundo fonte da autarquia, o corte da circulação naquele troço da estrada, que liga a cidade a Castro Marim e é atravessado pela linha férrea, obrigou ao desvio do trânsito para a avenida marginal, situação que deverá manter-se, pelo menos, até segunda-feira.
A rutura do coletor, que entrou em sobrecarga devido ao excesso de caudal, provocou fissuras no piso de alcatrão, alagando aquela área, o que obrigou à interdição da circulação automóvel, disse à Lusa fonte da Águas do Algarve, responsável pelos sistemas multimunicipais de abastecimento de água e de águas residuais da região.
Técnicos da empresa vão agora proceder à abertura de uma vala no local, para averiguarem as causas exatas da rutura, sendo que a circulação naquele troço só deverá ser reposta depois de a empresa concluir os trabalhos, o que deverá acontecer na segunda-feira, estimou a mesma fonte.
Fonte do município adiantou que o trânsito começou a ser desviado às primeiras horas da manhã, após a forte chuva que atingiu a cidade, cerca das 06:00.
O município, que já estava em alerta devido às previsões de forte precipitação, ativou durante a madrugada o plano de prevenção da autarquia, promovendo a drenagem mecânica das águas da chuva para evitar que o sistema entrasse em sobrecarga.
RTP

Encontrado corpo de pescador desaparecido no Rio Lima na quinta-feira

As equipas de busca encontraram hoje o corpo do pescador de 64 anos desaparecido na quinta-feira no rio Lima, quando pescava lampreia, revelou fonte do Comando Distrital de Operações de Socorro (CDOS) de Viana do Castelo.

"Por volta das 12:00 de hoje, a equipa de mergulhadores encontrou o corpo do pescador", contou à Lusa o segundo comandante distrital do CDOS de Viana do Castelo, Daniel Robalo Simões, acrescentando que ao longo dos últimos três dias estiveram envolvidas cerca de 80 pessoas nas operações de buscas, ou seja, cerca de 30 homens por dia.
O alerta sobre o desaparecimento do homem foi dado pela mulher na noite de quinta-feira e, poucas horas depois, os bombeiros voluntários de Ponte de Lima localizaram a embarcação do pescador.
Hoje, as equipas encontraram o corpo em São Martinho da Gandra, a cerca de 1,5 quilómetros abaixo da zona onde o homem deveria estar a pescar.
RTP

Um morto e dois feridos num despiste em Ourique

Um morto e dois feridos, um deles grave, é o resultado do despiste de um veículo ligeiro de passageiros, este domingo, no concelho de Ourique, no Itinerário Complementar 1.
O Comando Territorial de Beja da GNR e os Bombeiros de Ourique referiram que a vítima mortal foi um homem, de 51 anos, cujo óbito foi declarado no Serviço de Urgência Básico do centro de Saúde de Castro Verde, para onde foi transportado.

Quanto às pessoas feridas, são duas mulheres, uma com 23 anos, com ferimentos ligeiros, e outra com 45 anos, com ferimentos considerados graves, tendo sido transportadas para o Hospital de Beja, disse fonte dos bombeiros.
O despiste, cujas causas ainda vão ser averiguadas, segundo a GNR, ocorreu ao quilómetro 677 do IC1, na zona de Aldeia de Palheiros, no concelho de Ourique, pelas 7.30 horas.
O Comando Distrital de Operações de Socorro de Beja disse que o acidente foi socorrido por 14 operacionais dos bombeiros, GNR e Instituto Nacional de Emergência Médica, apoiados por seis viaturas, uma delas a ambulância de Suporte Imediato de Vida de Castro Verde.

JN

TAGGED UNDER:

Sismo no Pacífico perto de cidade chilena sem registo de vítimas ou danos materiais

Um sismo de magnitude 5 na escala de Richter foi hoje registado nas águas do Pacífico a 42 quilómetros da cidade chilena de Valparaíso, informou o Instituto Geológico dos Estados Unidos, sem registo de vítimas ou danos materiais.

O hipocentro do sismo, ocorrido às 00:59 (03:00 em Lisboa), foi registado a 23 quilómetros de profundidade.
O movimento sísmico ocorreu a 43 quilómetros de Viña del Mar e a 49 quilómetros de Quilpe, segundo o Instituto Geológico dos Estados Unidos (USGS, na sigla em inglês), que regista os terramotos em todo o mundo.
Até à madrugada de hoje desconhecia-se se o sismo causou vítimas ou danos materiais.
JN

TAGGED UNDER:

Acidente aparatoso causa quatro feridos em Barcelos

Quatro pessoas ficaram feridas num aparatoso acidente ao final da manhã deste domingo, na Estrada Nacional 103, em Santa Eugénia, Barcelos.

Um dos carros, o Volvo preto, estava parado na via para virar à esquerda para um restaurante. Já o condutor do Ford vermelho, que seguia na mesma direção (Barcelos/Famalição), não se terá apercebido da intenção do outro automobilista e tentou a ultrapassagem. Os dois carros acabaram por chocar violentamente na altura em que um virava e o outro ultrapassava.

O Ford só parou a cerca de 100 metros do local do embate. No seu interior seguia um casal de Famalicão. A mulher de 66 anos acabou por ficar encarcerada, embora tenha sofrido apenas ferimentos ligeiros. Quanto ao marido este não sofreu qualquer ferimento tendo saído pelo próprio pé da viatura. "Tivemos que proceder à remoção total do tejadilho para extração da vítima", apontou o adjunto do comando dos Bombeiros de Barcelinhos, Rui Araújo.

Já no veículo preto, seguiam três pessoas, uma mulher de 61 anos, de Barcelos, e um casal de Esposende, ela com 64 anos e o marido com 69. Todos sofreram ferimentos ligeiros. As vítimas foram imobilizadas e encaminhadas para o Hospital de Barcelos.

O alerta foi dado às 12.26 horas horas e no local estiveram três ambulâncias e uma viatura de desencarceramento da corporação de Barcelinhos. A GNR de Barcelos também esteve no local. O Trânsito esteve a circular alternadamente por cerca de duas horas.

JN

Neve corta estradas em Coimbra, Guarda e Viseu


Proteção Civil Municipal da Guarda recomenda «precauções adicionais» a todos os cidadãos

Várias estradas dos distritos de Coimbra, Guarda e Viseu estão este domingo cortadas devido à queda de neve, disse à agência Lusa fonte da Guarda Nacional Republicana (GNR). 

De acordo com a GNR, durante a madrugada foram interditadas ao trânsito estradas nos concelho de Oliveira do Hospital (estrada municipal 508), Arganil (estrada nacional 344) e Pampilhosa da Serra (estrada municipal 1416), no distrito de Coimbra. 

Cortada ao trânsito foi também a estrada nacional 2, no concelho de Lamego, distrito de Viseu. 

No distrito da Guarda, foi parcialmente cortada a estrada municipal 555, no concelho de Celorico da Beira. 

O Instituto do Mar e da Atmosfera (IPMA) prevê para este domingo e segunda-feira a continuação da queda de neve acima dos 800 metros para as regiões do norte e centro de Portugal. 

Proteção Civil Municipal da Guarda pede precauções 

O serviço de Proteção Civil Municipal da Guarda recomenda «precauções adicionais» a todos os cidadãos devido à neve que hoje cobre a cidade mais alta do país e também a região. 

Aquele serviço emitiu um comunicado onde refere que os trabalhos de limpeza de neve foram iniciados cerca das 23:00 de sábado e tornaram as vias prioritárias de acesso à cidade transitáveis. 

No entanto, a Proteção Civil Municipal da Guarda recomenda que os automobilistas circulem de preferência em viaturas com tração integral (4x4).


«Caso circule de automóvel em zonas com neve, coloque correntes na sua viatura e respeite a sinalização implantada», acrescenta a nota.
Dentro da cidade da Guarda, o corredor de circulação recomendado, para além da VICEG - Via de Cintura Externa, inclui as avenidas Dr. Francisco Sá Carneiro, Monsenhor Mendes do Carmo, Cidade de Safed, Cidade de Bejar, Cidade de Watterbury, Cidade de Salamanca e a rua António Sérgio.


«A colaboração de todos é fundamental para minimizar os impactos negativos dos episódios de queda de neve», assinala a autarquia da Guarda.
O vereador Sérgio Costa, do serviço de Proteção Civil Municipal, disse à agência Lusa que devido à queda de neve, «meia dúzia de ruas mais íngremes» da cidade estão cortadas ao trânsito automóvel. 

As artérias foram interditadas à circulação rodoviária «logo que começou a nevar», como está previsto no plano municipal de proteção civil para episódios de neve e gelo, justificou. 

O autarca sublinhou que «as estradas principais de acesso à cidade estão todas transitáveis», embora os condutores devam circular «com precaução». 

No centro da Guarda «circula-se com alguns condicionalismos», concluiu. 

Fonte do Comando Distrital de Operações de Socorro (CDOS) da Guarda disse à Lusa que a neve caiu em vários pontos do distrito da Guarda, estando as estradas «todas transitáveis», exceto as de acesso ao maciço central da Serra da Estrela.

TVI24

16 janeiro 2015

TAGGED UNDER:

GNR resgata finlandês na Madeira

Um cidadão finlandês, de 38 anos, desaparecido desde ontem na zona da Ribeira da Janela, em Porto Moniz, foi resgatado, esta sexta-feira à tarde, pela GNR, que montou uma operação de busca e salvamento para encontrar a vítima.


O praticante de canyoning (desporto de montanha) caminhava numa levada quando saiu do trilho e acabou por se perder. O homem contactou, por telemóvel os pais na Finlândia que ligaram para o consulado daquele país na Madeira. Foi acionada a proteção civil e, esta sexta-feira à tarde, a GNR localizou a vítima.


"Estava desidratado, com fome e frio, mas face às circunstâncias não estava muito mal", disse ao JN o major Marco Nunes, da GNR.

Recentemente a Guarda reforçou o Grupo de Intervenção Proteção e Socorro para intervir neste tipo de situações.

JN

TAGGED UNDER:

Protecção Civil da Madeira dispõe de novo sistema de apoio

O Serviço Regional de Protecção Civil da Madeira apresentou hoje, no Funchal, o Sistema de Apoio à Decisão Operacional (SADO), uma nova plataforma tecnológica que reúne informações provenientes de várias fontes sobre a mesma ocorrência.

"Este sistema é um avanço no sentido de otimizar as respostas e projetar meios numa situação de crise", declarou o secretário regional dos Assuntos Socais, Jardim Ramos, durante a apresentação do SADO.

A plataforma foi desenvolvida pela empresa Indra e está em funcionamento a nível nacional desde 2010. Envolve mais de 200 utilizadores em 19 centros de operações espalhados por todo o país (exceto nos Açores) e monitoriza mais de um milhão de ocorrências por ano.

O sistema está especialmente vocacionado para a previsão de gestão de riscos, o planeamento de emergência e as atividades de proteção e socorro.

Na Madeira, o SADO entrou em funcionamento no dia 07 de janeiro.

O presidente do Serviço de Proteção Civil da Madeira, Luís Nery, explicou que o sistema é fundamental no apoio à decisão, na medida em que centraliza informações provenientes de várias entidades envolvidas numa determinada situação de emergência.

O SADO disponibiliza também dados meteorológicos, que são fundamentais para enfrentar com os meios adequados os casos de incêndio ou inundação.

"Decidir, muitas vezes, é difícil. Mas estando o decisor bem informado, decide com maior segurança", salientou o secretário regional dos Assuntos Sociais, sublinhando que "a virtude do sistema" é dar "garantias de segurança à população madeirense".

DNotícias.pt

TAGGED UNDER:

Linha Saúde 24 com atendimento especial dentro de dias para casos de gripe

A Linha Saúde 24 vai abrir dentro de dias um serviço de atendimento específico para a gripe, disse hoje à agência Lusa a sub-diretora geral da Saúde Graça Freitas.

A especialista em saúde pública, que participava num encontro de quadros do Ministério da Saúde, em Lisboa, defendeu o reforço da Linha Saúde 24, um serviço de aconselhamento telefónico (808242424) e anunciou que dentro de dias haverá um serviço específico para o atendimento de casos suspeitos de gripe.
Este serviço funcionará a partir de Coimbra e irá responder apenas a casos suspeitos de gripe.
Segundo Graça Freitas, a triagem pela Linha Saúde 24 "é fundamental", defendendo que os cidadãos que se sentem doentes não devem ir logo para os serviços de saúde, uma vez que podem ficar infetados com outros agentes que possam existir nas instituições.
A especialista recordou que se está na semana acima da linha de atividade basal e em franco período epidémico.
Sobre o aumento do número de mortos acima dos esperados, Graça Freitas disse que estes não se podem atribuir apenas à gripe, considerando que o frio contribuiu seguramente para a subida de casos na primeira semana.
"Quem não se vacinou ainda se pode vacinar, pois ainda vamos ter semanas de gripe", defendeu.
RTP

TAGGED UNDER:

Municípios recusam contribuições mínimas obrigatórias para bombeiros voluntários

A Associação Nacional de Municípios Portugueses (ANMP) considera que a proposta de lei de financiamento dos bombeiros é inconstitucional, porque impõe uma contribuição mínima obrigatória destas autarquias para as corporações de voluntários, que são entidades de direito privado.

A reação da ANMP segue-se à análise do projeto de diploma para o financiamento dos corpos dos bombeiros, do Governo, que recebeu no início desta semana.

"Convém lembrar que não há, no ordenamento jurídico relativo às autarquias locais, normas legais que imponham a transferência obrigatória de verbas mínimas a favor de entidades privadas, mesmo que desenvolvam atividades de interesse público municipal", referiu a associação, em resposta à agência Lusa.

A ANMP defende que "qualquer lei que estabeleça uma obrigatoriedade de transferência obrigatória de verbas para entidades privadas, e os bombeiros voluntários são associações de direito privado, será, sempre, violadora do Princípio da Autonomia do Poder Local, consagrado na Constituição".

Os municípios realçam que o financiamento dos bombeiros voluntários já está enquadrado no âmbito da legislação (Lei 75/2013) que estabelece o Regime Jurídico das Autarquias Locais, "que permite aos órgãos municipais definir, mediante um protocolo ou contratualização, a concessão de apoios a entidades privadas que desenvolvem atividades de interesse relevante para as populações".

Segundo a ANMP, os bombeiros já são apoiados pelos municípios, que assumem, "de acordo com a realidade de cada um, a comparticipação necessária aos seus bombeiros, mas não de acordo com a imposição de uma lei".

"São os Municípios, na sua maioria, que financiam os corpos de bombeiros voluntários, pois, sem os apoios municipais, estes corpos de bombeiros não teriam capacidade para garantir os serviços de prevenção e socorro às populações da sua área geográfica de intervenção", refere a associação.

Esta entidade sublinha, também, que "o investimento de alguns municípios em corpos de bombeiros é ainda mais vasto, uma vez que há 26 Municípios que têm corpos de bombeiros sapadores e municipais e suportam a totalidade dos seus encargos de funcionamento, com custos anuais superiores a 58 milhões de euros".

No passado domingo, em Torres Vedras, a ministra da Administração Interna, Anabela Rodrigues, afirmou que "o trabalho [de preparação da lei do financiamento dos bombeiros] está concluído no que diz respeito ao financiamento pela administração central, representando um aumento do financiamento em mais de 10%, estando neste momento em curso um esforço final de negociação com a ANMP" para responderem também ao financiamento.

Na altura, o presidente da Liga, Jaime Marta Soares, sublinhou a necessidade de a lei do financiamento dos bombeiros entrar em vigor com rapidez, para resolver o problema da falta de sustentabilidade financeira de muitas corporações e, com isso, melhorar a resposta de socorro às populações.

À alegada falta de respostas da ANMP, o presidente da Liga mostrou-se "estupefacto" e disse que irá sensibilizar os autarcas para a necessidade de assumirem a sua "responsabilidade" e financiamento por terem competências de Proteção Civil.

"A esmagadora maioria dos municípios não financia ou financia muito pouco os bombeiros", alertou.

Proudly Powered by António Cunha Santos